INFILTRAÇÃO

DE OMBRO

TIPOS DE INFILTRAÇÃO

DÚVIDAS SOBRE

A INFILTRACAO

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider

O que é a Infiltração?

Os procedimentos de infiltração vem passando por muitas modificações durante o passar dos anos, o locais de infiltração mudaram, as drogas mudaram e os resultados do tratamento igualmente mudaram.

A infiltração é o ato de injetar algum medicamento intra-articular, esse procedimento pode ser feito na maioria das articulações do corpo sem a necessidade de qualquer auxílio guiado.

Para tal procedimento, podemos utilizar drogas anti-inflamatórias não hormonais, como: arnica, drogas anti-inflamatórias hormonais (como corticoide de depósito), ácido hialurônico de baixo ou alto peso molecular (dependendo da articulação).

Atualmente, a Medicina Ortopédica se preocupa com a quantidade e tipo de droga a ser utilizada em cada doença e faz distinção do uso delas diferenciando doenças intra e extra-articulares.

Tipos de Infiltração

Confira abaixo os artigos do Dr. Márcio Kozonara sobre a Infiltração de Ombro.

1. Infiltração com Antiinflamatórios Não-Hormonais - ANICA

Com o avanço da farmacologia passamos a utilizar drogas antiinflamatória não hormonais em pacientes que apresentam reação adversas às drogas a base de corticóide, com alérgicos a droga, hipertensos e diabéticos entre outras menos freqüentes. A ação não é tão imediata porem podemos repetir o procedimento por mais vez em menor intervalo de tempo. Como exemplo de droga comumente utilizada é a arnica da forma injetável que pode ser feita com segurança associado com anestésico.

2. Infiltração com Antiinflamatórios Hormonais

Essa é a forma mais antiga do uso da infiltração de dessa forma traz consigo um ônus e desconfiança dos pacientes com relação à sua utilização, porem o conceito atual mudou, utilizamos outras drogas com outros pontos de infiltração com grande vantagem no uso extra-articular como a epicondilite lateral, por exemplo. Seu uso articular demonstra grande vantagem e rapidez de ação antiinflamatória, porem o profissional vai considerar a freqüência e quantidade para resultar num efeito não prejudicial ao revestimento cartilagíneo.

3. Infiltração com Ácido Hialurônico

Atualmente devido à vários artigos científicos utilizamos o tratamento das doenças do ombro com o ácido hyalurônico de baixo peso molecular. As patologias tratadas com essa tecnica presentes na literatura são: Bursite do ombro; Lesões parciais do manguito rotador; Capsule adesiva ou ombro congelado; Tendinite calcárea; Artrose gleno-umeral; Artrose acromio-clavicular. A indicação de cada patologia depende do diagnóstico, queixa clinica e prognóstico para patologia segunda a idade. A forma de infiltração deve ser segundo o local da patologia, dessa forma o local de injeção depende da técnica do médico que buscará a região de mais fácil acesso com menor dor para o paciente, o melhor portal de infiltração do ombro é o posterior chamado de “soft point” onde se acessa igualmente a articulação subacromial ou gleno-umeral transpassando o músculo deltóide que envolve o ombro. Após o procedimento o paciente nota a sensação de pressão e/ou peso no ombro que cede entre o primeiro ou segundo dia da infiltração. Esse processo deve ser repetido entre 2 a 5 infiltrações dependendo da marca utilizada e da indicação necessária. A função do tratamento é realizar a modulação do processo inflamatório o que propicia condições bioquímicas que permitam que a biologia do paciente estabilize e por vezes reverta o processo degenerativo músculo-tendineo e estacione os processos artríticos. Essa forma de tratamento é efetiva e vem como uma excelente alternativa aos quadros biologicamente favoráveis à controle evitando procedimentos cirúrgicos que são igualmente resolutos porem associado aos seus devidos riscos.

DÚVIDAS FREQUENTES

SIM: As infiltrações, atualmente, são feitas com medicamentos que permitem a prática de atividade física sem restrições.

TALVEZ: Se mesmo após a infiltração, a dor persistir, faça compressas de calor por 20 minutos 4 vezes ao dia.

DEPENDE: A quantidade de infiltrações depende do medicamento utilizado. 

DEPENDE: Nas infiltrações com corticoide ou analgésico, é necessária a frequência de 2 a 4 semanas entre as injeções. E quando utilizamos o ácido hialurônico, podemos fazer as injeções semanalmente.

SIM: O paciente pode sentir uma sensação de “pressão” no ombro, mas esse sintoma cede em poucas horas.

Entre em Contato

Reserve um horário com o dr. Marcio Kozonara, que é médico especialista em ombro e cotovelo.

Itaim Bibi

  • Clínica Ortholife
  • R. Bandeira Paulista, 662 – 8º Andar – Conj. 83 – 04532-002 – Itaim Bibi – São Paulo – SP.
  • Tel: (11) 3078-50883078-8266
  • WhatsApp: (11) 96442-3660

Moema

  • Instituto NAEON
  • Av. Ibirapuera, 2144 – 8º Andar – Conj. 82 – 04029-000 – Moema – São Paulo – SP.
  • Tel: (11) 2649-9728
  • WhatsApp: (11) 94540-9553